sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Os tempos que correm...

Com a crise cada vez mais agravada, os assaltos estão a aumentar.
No espaço de um mês assaltaram um stand de carros, no dia a seguir o café, dois dias depois uma colectividade no fim da rua. Neste Natal, de madrugada de 24 para 25 tentaram assaltar a casa da minha vizinha do lado e o armazém que tem ao lado. Felizmente não conseguiram! Esses meus vizinhos são pessoas que estão sempre em casa, saíram na véspera de Natal para ir passar a consoada a casa do filho, no dia a seguir o senhor J. chega a casa e depara-se com a porta toda arranha (provavelmente uma chave de fendas) pois forçaram os postigos o que fez com que arranca-se a tinta da porta.
A minha rua ultimamente anda muito movimentada, ouve-se muito barulho, ora são carros a passar a grande velocidade como se isto fosse uma auto-estrada, ora são pessoas às tantas da madrugada ao berros na rua... Eu pergunto-me o que essa gente anda a fazer na rua até altas horas, e pelas vozes são jovens!
A realidade foi que de 26 para 27 não consegui pregar olho preocupada com o facto de não passar o Ano Novo em casa, então no dia a seguir, e como tenho um pai que é um artista (ele faz de tudo, na perfeição), pedi-lhe se ele não podia fazer umas portadas, para a janela da sala. Ora com umas portadas antigas que ele tinha lá em casa, ele fez isso no próprio dia em que lhe pedi, ou seja, ontem. Ontem a noite já pusemos as portadas na janela da sala, que era a mais critica. E ele disse "agora já podes dormir tranquila"! Mas mesmo assim... Onde vai parar este mundo?! No que se está a tornar a nossa sociedade?
Agora temos que viver como prisioneiros nas nossas próprias casas?

Daniela.

1 comentário:

  1. este país vai de mal a pior, é uma grande verdade,um bom 2013.

    ResponderEliminar